;

Seu filho está desmotivado com a volta às aulas? Saiba o que fazer.

04/02/2021
Kumon Brasil Kumon
Compartilhe:

Após quase um ano de dificuldades, distanciamento social e mudanças drásticas no modo de vida de todos nós, alguns colégios estão retomando aos poucos as atividades presenciais.

Apesar de as crianças estarem ansiosas, voltar para a rotina será um momento delicado para as famílias, escolas e, principalmente, para os alunos. Afinal, esta não é uma simples volta às aulas após o período de férias ou um início de ano como outro qualquer. Trata-se de um novo processo de adaptação, que traz com ele diversos desafios para os pais, professores e alunos.

Diante desta situação e de tudo o que aconteceu no ano passado, desde a distância dos amigos e colegas às aulas online, é possível que muitas crianças e adolescentes sintam-se desmotivados com os estudos

Por isso, atenção: a forma como seu filho vai encarar este retorno depende muito de você e da sua postura. Para explicar melhor como manter a criança motivada, as especialistas do SOS Educação deram algumas dicas valiosas, que podem ajudar bastante a sua família neste momento. Vamos conhecê-las?

 

Entender que a consequência de não estudar é pior para a criança do que para os pais.

Seu filho não quer fazer as tarefas nem se dedicar aos estudos? Talvez a solução seja dar a ele mais responsabilidade. Afinal, quando a criança percebe que os pais e professores estão mais preocupados com os estudos do que ela própria, acaba não se sentindo responsável por seus deveres. Ou seja: não é você quem deve lidar com as consequências da criança não fazer as tarefas. Isto é papel do seu filho.

 

Usar outros momentos para ensinar a criança a ter senso de responsabilidade

Para seu filho entender e assumir a responsabilidade sobre as tarefas como algo dele, você pode fazer pequenos ajustes na rotina de casa, que vão além das obrigações escolares. 

Algumas responsabilidades que você pode compartilhar com seu filho hoje mesmo:

  • Colocar a mesa para as refeições.
  • Levar a roupa suja para a lavanderia.
  • Arrumar o próprio quarto.
  • Guardar as próprias roupas no armário.
  • Organizar a mesa de estudos.

Ao assumir uma responsabilidade, por menor que seja, seu filho aprende sobre causa e consequência e que algumas coisas precisam ser feitas, mesmo que ele não goste muito. Assim, fica mais fácil aplicar o mesmo raciocínio na hora de estudar e fazer as tarefas.

 

Elogie sinceramente

Combine um horário com seu filho para ele fazer as tarefas e estudar. Se ele não cumprir o combinado, não insista. É ele que deve lidar com as consequências, lembra? Agora, se ele cumprir, elogie bastante o esforço e a dedicação dele. Elogiar uma criança proporciona a ela a capacidade de expandir seu potencial e funciona como um incentivo para os estudos. É preciso dar-lhe o empurrão inicial, colocá-la em movimento, transmitir-lhe ânimo. Elogiá-la pelos menores progressos ou oferecer-lhe palavras motivadoras são atitudes que provocam grande interesse pelo estudo.

Finalmente, assuma uma postura positiva em relação ao retorno às aulas e aproveite a saudade que seu filho sente dos colegas e da escola. Esta é uma ótima oportunidade para ele entender que é um grande privilégio poder exercer o papel de aluno. Lembre-se: antes de tentar convencer seu filho a gostar de estudar, você precisa acreditar nisso!

 

Como o Kumon trabalha a motivação?


A criança gosta de estudar, desde que lhe sejam dados assuntos adequados à sua capacidade. Quando ela é obrigada a enfrentar conteúdos acima de sua capacidade, passa a detestar os estudos. Nesta situação, a criança não consegue vencer a sensação de desconforto emocional e acaba se sentindo desmotivada.

O problema é que os pontos críticos, nos quais a criança encontra os maiores obstáculos, variam de aluno para aluno. Por isso, é importante oferecer desafios que ela possa enfrentar, de acordo com sua própria capacidade individual.

No Kumon, a criança começa os estudos em um ponto em que consegue fazer os exercícios com facilidade, independente da série escolar que esteja cursando. Assim, mesmo um aluno que não tem um bom rendimento na escola consegue obter boas notas, adquirindo força de vontade, confiança e prazer em estudar, o que permite que avance gradativamente nos estudos, de forma leve e prazerosa!


PARA SABER MAIS SOBRE O KUMON, VISITE UMA UNIDADE E DESCUBRA TUDO O QUE ELE PODE FAZER POR SEU FILHO! 

Tags: crianças, pais, alunos, dicas

Artigos relacionados

Receba conteúdos exclusivos do Kumon
Aceita receber informações do Kumon?
Política de privacidade