Quais são as vantagens de aprender de forma individualizada?

20/08/2019
Kumon Brasil Kumon
Compartilhe:

Quando Maura matriculou a filha Anna Clara Occhionero Matos no Kumon, a menina já demonstrava interesse em aprender. Contudo, durante o curso, ela foi desenvolvendo outras características que a ajudaram a criar uma rotina de estudos, descobrindo assim a importância de ser organizada em suas responsabilidades. 


Além de adquirir mais facilidade em Inglês e Matemática – matérias que estuda no Kumon –, Anna aumentou sua concentração e velocidade de raciocínio. Maura destaca que a filha já tinha essas características, mas o Kumon ajudou a acentuá-las e direcioná-las. A mãe ainda diz que o método fez toda a diferença na vida de Anna, contribuindo para sua autopercepção e, consequentemente, aumentando sua confiança na própria capacidade.

No Kumon, Anna Clara pode estudar seguindo o próprio ritmo.
No Kumon, Anna Clara pode estudar seguindo o próprio ritmo.

Estudo de acordo com a capacidade e o ritmo de cada aluno


Quando questionada sobre os motivos pelos quais gosta do Kumon, Anna conta que o método a ajuda com as frações, tornando o aprendizado na escola mais fácil. Porém, o maior benefício, segundo ela, é poder “estudar no próprio tempo”.


O ensino individualizado é uma das principais características do método Kumon. Em seu livro Estudo gostoso de Matemática, o professor Toru Kumon destaca a diferença de capacidade entre os alunos. Segundo ele, na escola tradicional as crianças dotadas de grande capacidade acabam sendo prejudicadas ao ser niveladas aos outros alunos do mesmo ano, e aquelas que apresentam dificuldade no aprendizado são pressionadas a estudar conteúdos acima de sua capacidade, passando a não gostar dos estudos e não raro desenvolvendo um sentimento de inferioridade.  


“O método Kumon oferece orientação diferenciada, de acordo com a capacidade de cada estudante. Na sala de aula tradicional, o mesmo programa é dado a todos os alunos, pois a diferenciação é feita segundo o ano escolar e não a aptidão específica de cada estudante. O resultado é conhecido: a maioria dos estudantes detesta Matemática e fica abaixo do nível de desempenho razoável na matéria.” Professor Toru Kumon


Aprendendo no próprio ritmo, Anna pôde desenvolver o gosto pelo saber. Ela diz que adora estudar inglês e sonha em estudar outras línguas. E tem mais: a menina de 10 anos também quer ser professora. Mais que aprender, Anna também parece ter muito a ensinar!


Tags: kumon, matemática, inglês

Artigos relacionados

Receba conteúdos exclusivos do Kumon
Aceita receber informações do Kumon?
Política de privacidade