A vida na Manchúria e a época de professor na Marinha

21/10/2019
Kumon Brasil Kumon
Compartilhe:

Depois de se graduar em Matemática pela Universidade Imperial de Osaka, o professor Toru Kumon foi para o Exército e trabalhou na Marinha. Durante esse período, ele leu romances de Fiódor Dostoiévski, aprendeu uma canção em chinês e começou a formar uma família.

O final do serviço militar

Quando eclodiu a Segunda Guerra Sino-Japonesa, Toru Kumon foi convocado para o Exército e ficou em um regimento em Kochi, sua terra natal. Nos intervalos dos treinamentos, ele aproveitava o tempo para ler. 

Assim, teve contato com livros longos, como “Os irmãos Karamazov”, de Dostoiévski. “Depois de lê-los, cheguei à conclusão de que esses livros longos devem ser lidos com atenção e com o tempo suficiente para ficarem registrados dentro de nós.”

Pouco depois, o batalhão foi para a Manchúria, região entre a China e a Rússia. Lá, Toru Kumon conheceu um professor de ensino primário e, sempre que possível, os dois conversavam, mesclando chinês e japonês. 

O docente lhe mostrou uma canção chamada “Quando você retornará?”, a qual ele achou muito bonita. “Nessa época, percebi que aprender um idioma a partir das músicas é mais divertido e facilita a memorização das palavras.”

A vida de professor na Marinha

Em 1940, após dois anos e 10 meses de serviço, Toru Kumon foi dispensado do Exército. Ao voltar para Kochi, um colega, oficial da Marinha, convidou-o para dar aulas e ele passou a lecionar no curso preparatório da base aérea da Marinha de Tsuchiura. 

Em 1944, fazia oito anos que ele se graduara na universidade e três que trabalhava na Marinha. Então, decidiu formar uma família e se tornou noivo de Teiko. “Casei-me no dia 12 de março do ano 20 da era Showa (1945). A cerimônia foi realizada na minha casa em Kochi, onde passamos a morar.” Futuramente, ela seria a primeira orientadora do método Kumon.

Saiba mais sobre o início da carreira do professor Toru Kumon. Aproveite e conheça nossa metodologia.

Tags: kumon, experiência, método

Artigos relacionados

Receba conteúdos exclusivos do Kumon
Aceita receber informações do Kumon?
Política de privacidade