4 pilares que você precisa conhecer antes de investir na educação do seu filho

10/12/2021
Kumon Brasil Kumon
Compartilhe:


Você já parou para pensar o que significa educar, nos dias de hoje?


 

Os desafios são bem diferentes daqueles vividos por nossos pais ou avós. Desde cedo, as crianças estão conectadas à internet, redes sociais e inúmeras telas. A competição pela atenção delas é enorme, e nem sempre a educação sai vitoriosa.

 

Se, no passado, o aprendizado preparava para o mercado de trabalho, hoje isto não é suficiente. 

 

Novas profissões surgem rapidamente, e a capacidade de navegar por este ambiente cada vez mais dinâmico conta muito para o futuro.

 

Por isso, a educação precisa ir além. É preciso fornecer instrumentos para seu filho entender de forma crítica o mundo em que vive, usando seus conhecimentos para fazer as próprias escolhas com segurança e autonomia.

 

Os 4 pilares da educação da Unesco


 

Com base neste cenário desafiador, nos anos 90, a Unesco reuniu uma comissão para debater e buscar soluções para a educação no século XXI. O resultado deste trabalho foi a definição de quatro aprendizados fundamentais para ajudar os alunos a desenvolver seu máximo potencial.


 

1. Aprender a conhecer

 

O ensino, na maioria dos casos, está focado neste e no próximo pilar. Porém, mais que apenas receber o conhecimento, seu filho precisa dominar as ferramentas que levam a ele: raciocínio lógico, interpretação, memória e vontade de saber mais. Quando estudar se torna um prazer, é possível manter a autonomia, curiosidade e atenção por toda a vida.

 

2. Aprender a fazer

 

Após aprender a conhecer, é necessário saber como aplicar a teoria na prática. Mas, conforme explicamos no início, isto não pode se limitar à realização de tarefas, da mesma forma como acontecia com nossos pais ou avós. Hoje, aprender a fazer significa também saber como encarar novos modelos de emprego, trabalhar em equipe, ter iniciativa e ser flexível diante das mudanças.

 

3. Aprender a conviver

 

Em tempos cada vez mais conectados, é essencial aprender a trabalhar de forma cooperada com as demais pessoas. Mais que uma habilidade muito desejada no mercado, este é um aprendizado fundamental para seu filho fazer a diferença e ajudar a construir um mundo mais pacífico e tolerante, livre de preconceitos e rivalidades.

 

4. Aprender a ser

 

O quarto e último pilar depende dos três anteriores, buscando o máximo desenvolvimento do potencial de cada indivíduo. Para isso é primordial, primeiramente, desenvolver a autonomia e a capacidade de aprender de forma continuada por toda a vida. Desta forma, seu filho ganha mais confiança para fazer a diferença de maneira proativa na sociedade.

 

Como o Kumon pode ajudar na educação do seu filho?

 

Hoje, educar significa ir além da transmissão do conhecimento, ensinando o aluno a pensar, se comunicar, ter raciocínio lógico e visão crítica do mundo que o cerca. Como você pode ver, algo bem mais complicado que a visão que existia até alguns anos atrás.

 

A boa notícia é que seu filho pode contar, agora mesmo, com inúmeros aliados na jornada para desenvolver todo seu potencial. E um deles é o Kumon. Diariamente, incentivamos o pensamento crítico, a autonomia, a empatia e a capacidade de fazer escolhas.

 

Utilizando um método de estudos que respeita o ritmo de cada criança, despertamos nos alunos a vontade e capacidade de aprender cada vez mais, desenvolvendo habilidades que os ajudem a construir suas próprias opiniões e permanecer donos de seus próprios destinos.

 

Quer saber mais? Clique aqui para acessar o nosso site!

 

 

Tags: educação positiva, Habilidades

Artigos relacionados

Receba conteúdos exclusivos do Kumon
Aceita receber informações do Kumon?
Política de privacidade
Para garantir ainda mais transparência em como usamos seus dados pessoais aqui no Kumon, nós atualizamos nossa Política de Privacidade. Caso queira consultá-la, clique aqui. Utilizamos cookies para garantir a melhor experiência no nosso site. Ao continuar a navegar neste site, você concorda como o seu uso. Para saber mais sobre o uso de cookies, clique aqui.