Uma história de esforço, determinação e desafios

24/05/2019
Kumon Brasil Kumon
Compartilhe:

Lucca Oliveira Baldez da Silva, de 9 anos, é um menino determinado e que adora ser desafiado. Outra coisa de que ele gosta muito é Matemática. Por isso, os pais o matricularam no Kumon aos 6 anos, proporcionando ao filho a chance de conhecer e enfrentar novos desafios. E que desafios! Diante do grande desejo de conquistar um objetivo, Lucca conseguiu muito mais. O aluno mostrou que com esforço, determinação e a ajuda do Kumon é possível transformar sonhos em realidade.


Em busca da medalha de ouro


Aos 7 anos, Lucca perguntou ao pai, Wanderson, o que era preciso fazer para ganhar uma medalha de ouro do Kumon. No método, a medalha de ouro é concedida a alunos que conseguem adiantar-se um certo número de estágios em relação a sua série escolar. Ao consultarem Sayuri, coordenadora do Kumon Sumaré, Lucca ficou sabendo que estava distante do estágio necessário para receber a medalha e que o prazo para alcançá-lo a tempo de ser premiado naquele ano estava chegando. Para um menino que adora desafios, isso foi um verdadeiro convite à superação.


Lucca passou, por iniciativa própria, a pedir tarefas extras com o objetivo de chegar ao estágio almejado antes do término do prazo, em uma emocionante corrida contra o tempo. Por mais de um mês, o estudante manteve-se focado em sua meta. Após muito esforço, dois dias antes do término do prazo, ele chegou lá. Lucca conseguiu!


"Os pais querem dizer aos filhos que tudo sempre vai dar certo se eles se esforçarem. Queremos dizer que tudo é possível com empenho, mas as coisas nem sempre funcionam dessa forma. Nem sempre podemos controlar o que nos aguarda. Mas momentos como esse, em que ele obteve a medalha que queria depois de tanto esforço, nos fazem acreditar que podemos transformar nossos sonhos em realidade." Wanderson, pai de Lucca


Lucca e o pai Wanderson
Lucca e o pai Wanderson

No Kumon, cada conquista tem um sabor especial


Wanderson Luiz da Silva, pai de Lucca, é professor e o maior incentivador do filho nos estudos. Segundo ele, como o menino entrou no Kumon muito jovem, é difícil dissociar a imagem de um da imagem do outro. Além de ajudar Lucca a se manter organizado e disciplinado, o método provou ir muito além. 


Wanderson acredita que o desenvolvimento da linguagem tem relação direta com o desenvolvimento da inteligência, e que estudar mais de uma disciplina permite um desenvolvimento simultâneo em áreas complementares. Ao antecipar conteúdos o aluno não está simplesmente cumprindo uma demanda curricular, e sim ajustando as atividades ao próprio ritmo. O contato com temas avançados e as conquistas pessoais tornam o esforço do estudante ainda mais especial.


Em busca da melhor versão de si mesmo


Como profissional da área de educação, Wanderson diz que se identificou com as ideias do Kumon: a vontade de transformar a Matemática em um projeto de melhoria do pensamento e, consequentemente, de melhoria do mundo. Para ele, é claro que as atividades formuladas pelo professor Toru Kumon não foram criadas apenas para a melhoria das habilidades matemáticas, mas também para o desenvolvimento da resiliência e da disciplina. 


São esses valores que ele espera ver na postura do futuro do filho, independentemente das escolhas que Lucca fizer. O que ele sonha é que o menino seja feliz e tenha uma vida significativa, e que se o seu desejo vier de uma vontade genuína de praticar o bem e buscar a felicidade por meio da realização, então toda escolha será uma grande escolha. O que Wanderson quer é que Lucca seja a melhor versão de si mesmo.


Para Lucca, as coisas ainda não estão definidas. O menino não sabe se quer ser youtuber, inventor de robôs, criador de jogos de video game, paleontólogo, jogador de futebol ou construtor de casas e apartamentos. Mas de uma coisa ele tem certeza: o Kumon o ajuda a ser melhor no que estuda. Foi assim que ele se tornou o melhor aluno de Matemática da classe e conquistou várias medalhas, como a menção honrosa na Olimpíada de Matemática (Kanguru), o bronze na Olimpíada Paulista de Física e o ouro na Olimpíada Nacional de Robótica. Como toda criança, ele ainda tem muito tempo pela frente para decidir o futuro. Concordando com o pai, ele sabe que estudar é o melhor caminho para chegar lá.


"Todas as vezes que eu me esforço no Kumon, sinto que me torno uma versão melhor de mim mesmo." Lucca

Lucca com suas medalhas do Kumon
Lucca com suas medalhas do Kumon


Tags: kumon, matemática, método, inglês

Artigos relacionados

Receba conteúdos exclusivos do Kumon
Aceita receber informações do Kumon?
Política de privacidade