Superação: de aluno com dificuldades a adiantado no Kumon

09/12/2019
Kumon Brasil Kumon
Compartilhe:

O desenvolvimento da capacidade do aluno é um fator de motivação. O Professor Toru Kumon, criador do método Kumon, já apontava em seus livros a relação existente entre um melhor desempenho nos estudos, a elevação da autoestima e a vontade de ir sempre além. 

O caso de Mateus, 8 anos, ilustra bem esta situação. Quando começou a fazer Kumon, ele tinha a autoestima e a confiança em si mesmo muito baixas. Segundo Silmara, mãe de Mateus, ele possuía diversas dificuldades em Matemática: contas simples de adição tornavam-se complexas, e mesmo contando nos dedos ele ficava inseguro com as respostas. 


Mateus, 8 anos, aluno KumonCom a ajuda do Kumon, Mateus deixou de ser um aluno com dificuldades em Matemática e passou a estudar assuntos além de sua série escolar.

Aos poucos, com o apoio dos pais, da orientadora e do Kumon de Matemática, Mateus passou a gostar de estudar e a confiar em sua própria capacidade. Hoje, aos 8 anos de idade, ele é um aluno mais disciplinado e concentrado, e comenta que o método o ajuda muito no raciocínio. As notas de Matemática na escola melhoraram muito e estão entre as mais altas da turma, já que ele é um aluno adiantado e estuda no Kumon conteúdos acima de sua série escolar. E o mais importante: Mateus passou a confiar em si mesmo e em sua própria capacidade.


 “Sempre que pode, Mateus ajuda os colegas nas atividades de sala. Acredito que, além de confiante, ele tenha se tornado uma criança mais solidária.” Silmara


Quando Mateus começou a apresentar dificuldades em Matemática, não demorou para que seus pais percebessem que o problema não era falta de entendimento, mas sim de atenção. Ele costumava perder a concentração facilmente, o que representou um dos maiores desafios assim que ele passou a estudar pelo Kumon.


O apoio da família é indispensável

Aos poucos e gradativamente, os pais e a orientadora traçaram estratégias e trabalharam para que Mateus conseguisse manter o foco e a concentração durante o período de resolução das tarefas. Este trabalho, realizado em conjunto, foi fundamental para a obtenção dos resultados desejados nos estudos. Além disso, Silmara destaca que o elogio concreto foi outro ponto que fez uma grande diferença. Ela diz que cada avanço, como somar sem contar nos dedos ou permanecer concentrado durante a execução das tarefas, era elogiado e pontuado para que Mateus também percebesse o quanto vinha evoluindo. Os pais acreditam que este acompanhamento e incentivo, principalmente nos 6 primeiros meses de estudo, foram importantíssimos para o avanço e desenvolvimento do filho.


Estes estímulos contribuíram efetivamente na postura de estudo e resultados obtidos por Mateus. Com o tempo ele começou a realizar as atividades rotineiramente no horário proposto com mais independência e confiança.” Silmara


Hoje, apesar de precisar conciliar atividade escolar, kung-fu e o método Kumon, Mateus tem consciência da importância do método e como ele o ajuda em seu desenvolvimento - não só em Matemática e Inglês, mas também em outras disciplinas escolares e em sua vida pessoal.


Quer saber mais sobre o método Kumon? Clique aqui

Tags: kumon, matemática, inglês

Artigos relacionados

Receba conteúdos exclusivos do Kumon
Aceita receber informações do Kumon?
Política de privacidade