;

Seu filho é agitado? Saiba como ajudá-lo a desenvolver a concentração

23/11/2020
Kumon Brasil Kumon
Compartilhe:

Ou você já disse, ou já ouviu, a seguinte frase: “meu filho é muito agitado”. Acertamos? Pois é, diante do estilo de vida que nós levamos e das tecnologias disponíveis, é super normal que as crianças de hoje em dia não consigam manter o foco em uma atividade por muito tempo. Entretanto, é muito importante e benéfico para a vida delas aprender a desenvolver a concentração.

Mas como fazer isso? Esta foi exatamente a pergunta que fizemos para as especialistas em educação Roberta e Taís Bento, da SOS Educação, em uma live no Instagram do Kumon. Elas são mãe e filha e ambas graduadas e pós-graduadas em diferentes áreas da educação, a SOS Educação surgiu como forma de aproximar pais e filhos no momento dos estudos, mostrando que existem diferentes formas de aprender e como o auxílio da família pode ajudar na superação de dificuldades escolares.

Além de compartilhar muito conhecimento sobre educação em tempos de pandemia (e fora deles também!), Roberta e Taís ainda deram várias dicas para você ajudar a aumentar, em casa, a capacidade de concentração de seu filho. A live completa está disponível no nosso Instagram, mas vamos adiantar por aqui algumas dessas dicas especialmente para os leitores do blog do Kumon. Vamos lá?

 

O mais importante: fazer uma coisa de cada vez

Você sabe bem: os desafios que os pais enfrentam atualmente são bem diferentes daqueles de antigamente. Hoje as crianças crescem conectadas e cercadas de estímulos. O que significa que, sozinhas, elas não conseguem desenvolver a capacidade de foco e concentração. Portanto, neste mundo multitarefas, é fundamental que os pais ajudem seus filhos a aprender a fazer uma coisa de cada vez.

É fácil, quer ver só? Se a televisão está ligada, então não é hora de brincadeira. Se a criança está brincando, então não é hora de ouvir música. Se está ouvindo música, não é hora de ler. E se está lendo, definitivamente não é hora de usar o tablet ou smartphone.

Como as especialistas da SOS Educação explicaram, quando a criança realiza muitas atividades simultâneas, o cérebro se acostuma com este tipo de estímulo. Então, quando chega a hora em que ela deve se concentrar em algo, mesmo que em um ambiente silencioso e adequado, ela simplesmente não consegue. É como se ele travasse!

 

9 dicas para melhorar o foco e concentração das crianças

Como você pode ver, a capacidade de concentração está diretamente ligada a outros hábitos que temos em casa, à rotina e às tecnologias. Diante disso, selecionamos algumas dicas que Roberta e Taís Bento deram em nossa live para você poder começar, agora, a ajudar seu filho a se tornar uma criança mais focada e concentrada.

 

1. Exercitar o foco

Você não precisa trabalhar a concentração com seu filho somente na hora de fazer as tarefas. É possível manter o foco em diversas outras atividades do dia a dia, como ver TV, fazer as refeições ou brincar. O mais importante, como dissemos, é que ele faça uma coisa de cada vez.

 

2. Fazer as refeições sem tecnologia por perto

Nada de TV ligada nem celulares à mesa. O momento das refeições é um dos pontos mais importantes da convivência em família. Não deixe que a tecnologia roube a atenção de vocês durante este momento tão especial.

 

3. Não esperar a criança dormir para levá-la para a cama

Aproveite a hora de dormir para motivar o gosto pela leitura e o foco nesta atividade. Leve a criança para a cama um pouco antes, leia uma história e converse sobre ela.

 

4. Dar o exemplo

Essa é fácil de entender, mas às vezes é bem difícil de colocar em prática! As crianças aprendem com o exemplo, então nada adianta falar para ela ficar longe da tecnologia enquanto usa o celular durante o almoço, não é?

 

5. Organizar bem o tempo

Junto com a criança, crie uma rotina com horários definidos para brincar, estudar, ver TV, almoçar, ler… Desta forma, ela se sente mais segura e consegue se concentrar melhor no que está fazendo.

 

6. Brincar de verdade

Concentre-se em brincadeiras concretas. Vale resgatar brincadeiras de quando você era criança, como faz de conta, blocos de encaixar, quebra-cabeças e jogos de tabuleiro.

 

7. Criar um momento de leitura

A criança não precisa aprender a ler para que vocês possam aproveitar este tempo juntos. Quando os pais leem para o filho desde que ele é bem pequenininho, ele naturalmente aprende a gostar dos livros.

 

8. Não temer o tédio

Seu filho também precisa ter momentos ociosos, em que possa se concentrar em descobrir sozinho como usar o tempo da melhor maneira naquela situação.

 

9. Envolver a criança nas atividades

Convide seu filho para ajudar na cozinha ou nas tarefas da casa. Além de se sentir incluída, a criança terá um momento em família do qual não se esquecerá.


Como dá para ver, o papel dos pais é muito importante para ajudar a criança a desenvolver sua concentração e foco, principalmente neste período tão desafiador pelo qual estamos passando. Isto, claro, exige um grande esforço, já que todos estão cansados e esgotados após um 2020 repleto de angústia. Por isso, a última dica é para os pais e familiares: não se cobrem tanto. Mais que fazer todas as aulas online e atividades junto com as crianças, o que seus filhos mais precisam é saber que você acredita neles e tem uma expectativa positiva em relação aos seus avanços. 

No Kumon você encontra uma rede de apoio. A rotina de estudos do método favorece o desenvolvimento da concentração de forma leve, com apenas meia hora diária é possível chegar a resultados incríveis! Para saber mais, confira os casos de alunos aqui no blog e entre em contato com uma unidade do Kumon. 


ESTAMOS COM MATRÍCULAS ABERTAS.

Tags: kumon, matemática, alunos, dicas

Artigos relacionados

Receba conteúdos exclusivos do Kumon
Aceita receber informações do Kumon?
Política de privacidade