Ser orientadora do Kumon: um sonho de criança que se realizou

27/01/2020
Kumon Brasil Kumon
Compartilhe:

Desde que era criança, Cristina Kamei tinha um sonho: abrir sua própria unidade do Kumon. Quando começou a estudar pelo método, ela se apaixonou de tal forma que tinha toda a convicção que, um dia, se tornaria uma orientadora. Como o Kumon foi tão importante para a família dela, Cristina queria que também fosse bom para outras famílias. Foi assim que a jovem aluna pediu à orientadora que a deixasse ser sua auxiliar. Como Cristina era muito nova, a orientadora a deixou na correção dos exercícios dos irmãos e de alguns alunos.

 

“Para mim, foi uma realização enorme poder ajudar as crianças, e minha vontade de me tornar uma orientadora só aumentava.” Cristina Kamei

 

O plano de Cristina começou a se realizar quando sua mãe, Sandra, abriu uma unidade do Kumon. Como ela ainda não era formada, trabalhou como auxiliar enquanto estudava Administração de Empresas – um curso que a ajudaria a tocar o próprio negócio. Cristina conta que se formou em dezembro, e em maio já era, finalmente, uma orientadora do Kumon. Hoje, passados mais de 20 anos, ela continua tendo mesmo encanto que tinha pelo método quando era criança, e transmitindo esta paixão de forma inspiradora em sua unidade.

 

Uma família apaixonada pelo Kumon

 Cristina faz parte de uma família em que o Kumon é uma verdadeira filosofia de vida. Afinal, seus três irmãos também foram alunos, sendo que uma delas, assim como a mãe, também é orientadora. Segundo ela, tudo começou quando sua irmã mais nova, Fernanda, foi matriculada por apresentar dificuldades na alfabetização. Os resultados foram tão surpreendentes que a mãe, Sandra, decidiu matricular as outras filhas também. 


 Quer saber mais? Clique aqui e confira a história da família Kamei!


Na época Cristina estava no 8º ano e sentia dificuldades na escola. Ela conta que estava defasada em Matemática, pois não sabia tabuada e contava nos dedos. Porém, após começar a estudar pelo método, desenvolveu toda a base que a levaria, no futuro, a obter sucesso nos vestibulares e em seu dia a dia de orientadora.

 

“O método Kumon trouxe para a minha família toda a essência da educação, além de várias capacidades que eu desenvolvi como aluna, como autoconfiança, organização e disciplina. Ele também me proporcionou uma grande realização pessoal e profissional.” Cristina Kamei


Um método capaz de transformar vidas

 

Cristina tem dois filhos que, claro, estudam pelo método. Os gêmeos Kaio e Vitor são concluintes de Português, Inglês e Matemática e praticamente nasceram no Kumon. A mãe ressalta que eles têm autonomia nos estudos, são confiantes, enfrentam desafios e têm senso crítico. Além disso, ambos estudam conteúdos além da série escolar e participam de concursos. Recentemente, um deles ganhou medalha de ouro, e o outro de prata, no TOEFL Junior. 

 

Cristina acredita que, com o autodidatismo, hábito de leitura e um bom inglês desenvolvidos no Kumon, os filhos estarão preparados para enfrentar os desafios do futuro. Ela complementa dizendo que, por meio da educação, é possível formar uma criança realizada, bondosa e útil para a sociedade. Segundo Cristina, a capacidade de transformar vidas é o que a encanta no Kumon.

 

“Não posso mudar o mundo, mas posso formar crianças que vão contribuir para um mundo melhor!” Cristina

Tags: kumon, franquia

Artigos relacionados

Receba conteúdos exclusivos do Kumon
Aceita receber informações do Kumon?
Política de privacidade