Se você ainda não sabe qual carreira escolher, o Kumon é uma ótima alternativa!

13/03/2019
Kumon Brasil Kumon
Compartilhe:

Já imaginou trabalhar em uma empresa na qual as oportunidades de seguir carreira são incríveis? Foi o que aconteceu com André Pantarotto. Ele tem 48 anos, 25 deles dedicados a utilizar o que aprendeu no Kumon para contribuir para a circulação do saber.


O colaborador começou como estudante, tornou-se auxiliar em uma unidade, passou por diversos setores e construiu uma bela carreira no Kumon, tendo até mesmo a oportunidade de conhecer pessoalmente o professor Toru Kumon.


Hoje André é consultor na Divisão de Desenvolvimento, e continua usando tudo o que aprendeu para que muitas pessoas também possam ter essa oportunidade.


André com o Castelo de Nagoya ao fundo
André com o Castelo de Nagoya ao fundo

De aluno a colaborador


A história de André com o Kumon começou como estudante. Aos 17 anos ele começou a estudar a língua japonesa na escola de um clube nipo-brasileiro. Certo dia viu na mesa do professor um material didático de japonês que pareceu muito bom. André descobriu que era o material do Kumon, e que o professor tinha uma unidade do método.


André foi aluno do Kumon durante três anos. Depois de um tempo, também se tornou auxiliar na unidade do professor, que o apresentou aos diretores do Kumon. Após ser indicado pelo professor, André passou por diversos testes e entrevistas em japonês e, em 1993, tornou-se oficialmente um colaborador da empresa.


André no Japão
André no Japão

Conhecendo o mundo com o Kumon


Durante sua carreira, André teve a oportunidade de crescer e aprender muitas coisas com o Kumon. Ele conta que o método potencializou sua vontade de aprender estudando de forma autodidata, e que o segredo do aprendizado é estudar um pouco todos os dias, de maneira metódica. 


"O Kumon é um método que proporciona aprendizado para a vida e ricas oportunidades para conhecer pessoas e lugares. Além disso, é uma empresa com ótimo ambiente para trabalhar." André


Segundo André, os conhecimentos que adquiriu estudando o excelente material de língua japonesa do Kumon mudaram sua vida, proporcionando-lhe muitas oportunidades. Ele foi ao Japão pelo Kumon mais de 25 vezes, e, graças à empresa, pôde conhecer lugares incríveis, como Tailândia, Filipinas, Hong Kong, França, Alemanha, Chile, Argentina e Colômbia.


Hoje, ele dá sinais de que deseja continuar contribuindo para trazer informações e conhecimento provenientes de outros países a fim de ajudar a divulgar as melhores práticas do Kumon na América do Sul.

Tags: kumon, método, japonês

Artigos relacionados

Receba conteúdos exclusivos do Kumon
Aceita receber informações do Kumon?
Política de privacidade