Facebook Kumon
Blog Kumon

Saiba a origem dos sinais matemáticos

Desde criança aprendemos o quanto os símbolos matemáticos são essenciais em nosso dia a dia. A ideia de adição, subtração, multiplicação e divisão teve seu início há milhares de anos, quando o homem passou a contar seus bens.  

Os números vieram do sistema de numeração dos egípcios, que estabeleceram sinais para facilitar a contagem. Foi no século XVI, que Robert Recorde, um matemático inglês, publicou uma obra: The Whetstone of Witte, onde criou o aequalis =, de igualdade. O livro abordava operações, regras de três, proporções e muitas outras questões de aritmética, a partir daí outros matemáticos começaram a utilizar o sinal para igualdade. 

Saiba a origem dos sinais matemáticos

Os símbolos + e – 

O sinal de + (mais) é usado para adição. O significado da palavra “mais” vem do latim “et”, que significa “e” em português. No século 15, os matemáticos ainda utilizavam a letra “p” do latim plus para simbolizar a adição. O sinal de – (menos) é usado para subtração. Para simbolizar a subtração, utilizavam a letra “m” do latim minus 

Foi em 1489 que o sinal + e – apareceram pela primeira vez em uma obra do matemático Johannes Widman.  

Robert Recorde também utilizou + e – em suas publicações futuras, o que acabou por materializá-los como oficiais. 

Os símbolos x e : 

O matemático inglês Guilherme Oughtred, em meados de 1631, introduziu em sua obra (Clavis Matematicae) o x para simbolizar a multiplicação, a partir de então o sinal é utilizado até hoje.   

Thomas Harriot, matemático e algebrista inglês, introduziu o (.) para simbolizar a multiplicação. Thomas também foi responsável pela introdução do > (maior que) e < (menor que). 

Já os dois pontos (:) foi introduzido por Gottfried Wilhelm Leibniz, matemático alemão, que utilizava o ponto (.) para se referir a multiplicação e dois pontos (:) para a divisão. 

O surgimento do traço (-), utilizado em frações que indicam a divisão, é atribuído aos árabes. Guilherme Oughtred, por sua vez, começou a colocar um ponto entre o dividendo e o divisor (÷), tornando-se oficial. 

Muitos dos símbolos matemáticos são derivados do alfabeto latim ou grego. Estes sinais são utilizados no mundo inteiro. Todos esses matemáticos foram importantes para a história e contribuíram muito para os fundamentos da matemática.   

Quer saber mais? No Kumon de Matemática você aprende a calcular com exatidão e rapidez, dominar as regras e cálculos e desenvolver autonomia para resolver sozinho novos assuntos. Saiba mais em Experiência Kumon Matemática 

 

 

Tags:

Ontem, hoje e amanhã
Para nós, do Kumon o aprendizado
contínuo é algo que sempre foi
e que sempre será extremamente

Presidente do
Kumon Institute of
Education Co, Ltd

Orientadores e
colaboradores
aprendem
continuamente
com os alunos.

As palavras do fundador
que nós prezamos

O método Kumon e seus pontos fortes

Por meio do método Kumon
buscamos formar pessoas
mentalmente sãs capazes
que possam alcançar seus
objetivos na vida.

O método Kumon surgiu
a partir do amor de um
pai pelo filho.

O Kumon tem um
sonho, o sonho pela paz
mundial realizada por
meio da educação.

Cinco características do material didático

Clique aqui para
descobrir o segredo
por trás do método Kumon.

O papel dos orientadores do Kumon

Clique aqui para
conhecer o trabalho
do orientador do
método Kumon.

O Kumon busca o melhor para
cada criança individualmente,
independente de
tempo e local.

Inicialmente oferecido para crianças
no Japão, está disponível
atualmente para crianças ao redor
de todo o mundo.

O que representa o logotipo do Kumon

Cada aspecto do nosso logotipo expressa
os valores do Kumon

Mais informações e sugestões:

Fale Conosco