Quantos livros seu filho leu em 2020?

03/01/2021
Kumon Brasil Kumon
Compartilhe:

Redes sociais, Whatsapp, videogame… Com tanta competição pela atenção das crianças, será que os livros ainda têm espaço entre elas?

Para responder a esta e outras questões, o Instituto Pró Livro e o Itaú Cultural divulgaram em setembro de 2020, os resultados da 5ª edição da pesquisa Retratos da Leitura no Brasil. Os dados foram coletados antes do início da pandemia e revelam bastante sobre os hábitos de leitura no país, analisados após mais de 8 mil entrevistas em 208 municípios brasileiros.

A pesquisa apresenta um retrato não muito animador. Em 4 anos, o número de leitores no Brasil caiu bastante: cerca de 4,6 milhões de pessoas deixaram de ler. Por outro lado, os dados mostram que a única faixa etária que ampliou o hábito da leitura foi de 5 a 10 anos. Ou seja: ao mesmo tempo em que perdemos antigos leitores, estamos criando novos entusiastas da literatura.

Isso é muito importante para nós, já que formar leitores para construir uma sociedade melhor é um dos objetivos do Kumon de Português. Um bom vocabulário propicia maior capacidade de compreensão, levando a criança a conhecer diversas facetas da vida e adquirir, por fim, bom senso para analisar e julgar os fatos.


Raio-X da leitura no Brasil


Quantidades e tipos de livros

O Retratos da Leitura no Brasil revelou que o brasileiro lê em média 5 livros por ano. Porém, somente a metade destes livros é lida inteira. A Bíblia e outros  livros religiosos são apontados como as obras mais lidas pelos entrevistados que não estão estudando. Já entre o público estudantil, a preferência é pelos livros didáticos e de contos. E seu filho? Quantos livros e de que tipo ele leu esse ano? Conta pra gente!


Motivos para não ler mais

82% dos entrevistados dizem que gostariam de ter lido mais, e apontam a falta de tempo como principal motivo. Entretanto, a mesma pesquisa mostra que, no tempo livre, 67% assistem televisão e 66% usam a internet, sendo que 62% deste tempo é passado no Whatsapp, enquanto 44% é gasto com redes sociais. Que tal, em 2021, trocar toda esta tecnologia por um bom livro?


A importância do professor e da família

34% dos leitores disseram que alguém os estimulou a gostar de ler. Pai e mãe, somados, representam 12% deste número, comprovando a importância da família em despertar o interesse pela leitura. Bom trabalho, papais! Já os professores, sozinhos, chegam quase ao mesmo número: 11%. Assim, fica muito claro o valor que uma orientação correta tem no futuro dos leitores.


Bibliografia Recomendada do Kumon

Rafael tem 9 anos e foi alfabetizado pelo método Kumon. Ele já leu mais de 300 livros desde sua alfabetização. Clique aqui e confira a história completa.Além do tempo em redes sociais, outros motivos contribuem para que as pessoas leiam menos. Entre eles estão os preços dos livros e a ausência de títulos novos nas bibliotecas. É por isso que, buscando tornar a leitura mais acessível e abraçando seu papel de orientação, o Kumon oferece uma seleção de livros chamada Bibliografia Recomendada do Kumon.

Ela faz parte do Kumon de Português, que destina-se a desenvolver o gosto pela leitura, e traz diversas sugestões de títulos, adequadas a cada fase do desenvolvimento da criança. Assim, ao ler livros que estimulam a imaginação e abrem as portas para um mundo de conhecimento, os alunos passam a ter prazer em ler, aumentando seu vocabulário e compreensão sobre o mundo em que vivem.


A leitura eleva o desempenho em todas as matérias

No Kumon, os alunos com alto grau de desenvolvimento têm algo em comum: todos dominam a língua pátria. Afinal, a compreensão da língua é fundamental para estudar. Esses alunos possuem amplo vocabulário, convivem com livros desde pequenos, demonstram elevada capacidade de leitura e, consequentemente, habilidade na linguagem. Graças a essa aptidão, eles acabam tendo um ótimo desempenho em todas as matérias.

Para dominar a língua pátria, você sabe, os livros são grandes aliados. Como dá para perceber, o que não faltam são motivos para estimular seu filho a ler mais. E aí, vamos estimular nossas crianças a ler mais? Com a sua ajuda, podemos ter resultados surpreendentes nas próximas pesquisas! 


ESTAMOS COM MATRÍCULAS ABERTAS! 

Tags: kumon, crianças, aprendizado, alfabetização

Artigos relacionados

Receba conteúdos exclusivos do Kumon
Aceita receber informações do Kumon?
Política de privacidade