Para quem faz Kumon, estudar em casa não é novidade.

25/05/2020
Kumon Brasil Kumon
Compartilhe:

Em uma sala de aula, existem todos os tipos de alunos: os que aprendem mais rápido, os que precisam de um pouco mais de tempo, os introvertidos, os participativos…Lidar com essas diferenças e proporcionar um estudo adequado ao ritmo de cada um é um dos alicerces do método Kumon. E agora, durante o período de distanciamento social, essa característica tem se mostrado uma aliada ainda mais valiosa para pais e alunos.

Anderson de Almeida Oliveira, orientador da unidade Boa Vista São Caetano, conhece bem a importância do Estudo no Lar, e tem recebido muitos elogios das famílias devido ao modo como vem fazendo o atendimento remoto aos alunos de sua unidade.

Ele acredita que a atenção individualizada, tão característica do Kumon, está exercendo um papel muito importante neste momento tão complexo. O método baseia-se em levantar os pontos fortes de cada aluno, proporcionando feedbacks adequados para que ele continue a evoluir por conta própria. Mas não são só os alunos que estão mais ligados ao Kumon. O distanciamento também aproximou a orientação dos pais, ajudando-os a compreender de modo mais profundo o método de estudos de seus filhos.

Para matricular seu filho hoje mesmo clique aqui e descubra a unidade mais próxima de você.


“Poder entrar no lar de cada aluno nos dá uma visão diferente e amplia a forma de observá-lo, a fim de proporcionar a melhor orientação. Isso também aumenta a empatia com os alunos e pais. É um momento único em que podemos fortalecer os laços para uma vivência duradoura e de sucesso.” Anderson Oliveira.

 

Foco em proporcionar a melhor experiência.

 

Planejando as lições com antecedência de 30 dias e prestando todo suporte aos alunos e às famílias, por meio de um plantão de dúvidas disponível em horários flexíveis, o orientador Anderson - da unidade Boa Vista São Caetano - está empenhado em transmitir a melhor experiência Kumon para os alunos.

“O que tem fortalecido o atendimento são as ligações e vídeos que fazemos com os alunos, orientando pontualmente cada necessidade e ajudando nas dificuldades. Essa orientação individualizada está sendo um grande trunfo neste momento.” Anderson Oliveira.

Para ilustrar um pouco do processo adotado, Anderson cita os alunos de Matemática. Eles estão sendo orientados a enviar as fotos das lições concluídas por aplicativo de mensagem instantânea, para que as correções possam ser feitas de forma on-line. Assim, de maneira próxima e ágil, é possível oferecer uma orientação individualizada e assertiva para cada um deles.

 

A força de uma franquia de sucesso.

 

Anderson conta que escolheu ser um franqueado do Kumon por já conhecer o método e ter muita admiração por ele. Além de ser um ex-aluno, ele desejava ter o próprio negócio, porém não queria enfrentar algumas adversidades do mercado. Por isso, optou por contar com a força, apoio e organização de uma das dez maiores franquias do país.

Como já está claro, não são somente mulheres que podem ser orientadoras do Kumon. Franqueados homens são muito bem-vindos, desde que compreendam e compartilhem com seus alunos o grande desejo do professor Toru Kumon: criar um mundo melhor por meio da educação. 

Se você ainda estava na dúvida sobre as franquias do Kumon, este é um ótimo momento para saber mais. Clique aqui e descubra como funciona!


Tags: método

Artigos relacionados

Receba conteúdos exclusivos do Kumon
Aceita receber informações do Kumon?
Política de privacidade
Para garantir ainda mais transparência em como usamos seus dados pessoais aqui no Kumon, nós atualizamos nossa Política de Privacidade. Caso queira consultá-la, clique aqui. Utilizamos cookies para garantir a melhor experiência no nosso site. Ao continuar a navegar neste site, você concorda como o seu uso. Para saber mais sobre o uso de cookies, clique aqui.