Para aprender um novo idioma é necessário se identificar com o método

07/02/2020
Kumon Brasil Kumon
Compartilhe:

Aprender um novo idioma requer dedicação e encontrar o método de ensino que mais se encaixa no seu ritmo e estilo de vida. Cada pessoa tem o seu tempo e jeito de aprender, e necessita de uma linguagem adequada e individualizada. Planejar e escolher a melhor maneira de aprender o inglês, por exemplo, pode fazer a diferença na vida, pessoal e profissional, de qualquer pessoa. 

  

No Kumon, maior rede de franquia educacional do País, o método de estudo para todos os cursos (português, matemática, inglês e japonês) acrescenta outros fatores no currículo, além do conteúdo acadêmico, como desenvolver habilidades para a vida pessoal e profissional. A aula é de acordo com o nível de entendimento do aluno, o ensino privilegia o desenvolvimento da autonomia nos estudos, de forma que ele aprenda de acordo com o seu ritmo. O material didático é autoinstrutivo e dividido em estágios, fazendo com que a complexidade aumente gradualmente. Porém, o aluno só avança para o próximo conteúdo quando consegue assimilar o que é proposto.


O curso de inglês do Kumon permite que o aluno desenvolva um vasto vocabulário, que vai aumentando à medida que ele avança no curso, com leitura de textos mais longos e complexos. É composto por 21 estágios que também abordam as estruturas e os textos de maneira gradativa, simples e natural. 


 Para aumentar a exposição e imersão ao novo idioma, o Kumon também oferece audiobook a todos os alunos. O aplicativo, com áudios gravados por falantes nativos, permite maior contato do estudante com o idioma. O objetivo do curso é desenvolver ao máximo o potencial dos alunos por meio do autodidatismo e possibilitar que eles leiam, escrevam, ouçam, compreendam e sejam compreendidos em inglês. “Com o vasto vocabulário que o aluno adquire, ele acaba falando naturalmente o novo idioma”, explica Fábio Casemiro Simões de Abreu, Gerente do Setor de Inglês do Kumon. 

 

“O aprendizado que o estudante recebe frequentando as aulas no Kumon, ele leva para a vida. Por exemplo, o método para interpretação de texto e síntese, uma vez assimilados, ele usará em todos os momentos que for necessário: ler e entender um e-mail do chefe, nas aulas de inglês ou de japonês”, completa Fábio. 

  

Texto: Assessoria de Imprensa do Kumon/ Agência MAM

  

  

  

Tags: inglês

Artigos relacionados

Receba conteúdos exclusivos do Kumon
Aceita receber informações do Kumon?
Política de privacidade