Para aprender um novo idioma é necessário se identificar com o método

07/02/2020
Kumon Brasil Kumon
Compartilhe:

Aprender um novo idioma requer dedicação e encontrar o método de ensino que mais se encaixa no seu ritmo e estilo de vida.

Cada pessoa tem o seu tempo e jeito de aprender, e necessita de uma linguagem adequada e individualizada. Planejar e escolher a melhor maneira de aprender o inglês, por exemplo, pode fazer a diferença na vida, pessoal e profissional, de qualquer pessoa. 

  

No Kumon, maior rede de franquia educacional do País, o método de estudo para todos os cursos (português, matemática, inglês e japonês) acrescenta outros fatores no currículo, além do conteúdo acadêmico, como desenvolver habilidades para a vida pessoal e profissional.

A aula é de acordo com o nível de entendimento do aluno, o ensino privilegia o desenvolvimento da autonomia nos estudos, de forma que ele aprenda de acordo com o seu ritmo.

O material didático é autoinstrutivo e dividido em estágios, fazendo com que a complexidade aumente gradualmente. Porém, o aluno só avança para o próximo conteúdo quando consegue assimilar o que é proposto.


O curso de inglês do Kumon permite que o aluno desenvolva um vasto vocabulário, que vai aumentando à medida que ele avança no curso, com leitura de textos mais longos e complexos. É composto por 21 estágios que também abordam as estruturas e os textos de maneira gradativa, simples e natural. 


 Para aumentar a exposição e imersão ao novo idioma, o Kumon também oferece audiobook a todos os alunos. O aplicativo, com áudios gravados por falantes nativos, permite maior contato do estudante com o idioma.

O objetivo do curso é desenvolver ao máximo o potencial dos alunos por meio do autodidatismo e possibilitar que eles leiam, escrevam, ouçam, compreendam e sejam compreendidos em inglês.

“Com o vasto vocabulário que o aluno adquire, ele acaba falando naturalmente o novo idioma”, explica Fábio Casemiro Simões de Abreu, Gerente do Setor de Inglês do Kumon. 

 

“O aprendizado que o estudante recebe frequentando as aulas no Kumon, ele leva para a vida. Por exemplo, o método para interpretação de texto e síntese, uma vez assimilados, ele usará em todos os momentos que for necessário: ler e entender um e-mail do chefe, nas aulas de inglês ou de japonês”, completa Fábio. 

  

Texto: Assessoria de Imprensa do Kumon/ Agência MAM

  

  

  

Tags: inglês

Artigos relacionados

Receba conteúdos exclusivos do Kumon
Aceita receber informações do Kumon?
Política de privacidade
Para garantir ainda mais transparência em como usamos seus dados pessoais aqui no Kumon, nós atualizamos nossa Política de Privacidade. Caso queira consultá-la, clique aqui. Utilizamos cookies para garantir a melhor experiência no nosso site. Ao continuar a navegar neste site, você concorda como o seu uso. Para saber mais sobre o uso de cookies, clique aqui.