O Kumon é parte da família

13/01/2020
Kumon Brasil Kumon
Compartilhe:

O Kumon nasceu do amor de um pai por um filho, e da vontade de vê-lo explorando seu máximo potencial. A lição foi aprendida, e até hoje o método estimula a participação dos pais nos estudos das crianças, destacando como esta atitude é fundamental para alcançar os resultados desejados.


Na família Kamei, a vivência com o Kumon foi bem maior: ela provocou uma mudança tão grande no dia a dia de tanta gente que passou a ser uma filosofia de vida para diversas gerações. O que começou com uma mãe matriculando a filha com dificuldades de aprendizado em uma unidade acabou se tornando uma paixão.


Tudo começou com Sandra Kamei, que é orientadora do Kumon há mais de 30 anos. Ela descobriu o método quando a filha Fernanda passou a demonstrar dificuldades para aprender a ler e escrever. O resultado foi tão positivo que ela matriculou também as filhas Cláudia e Cristina e, mais tarde, o filho mais novo, Felipe. Todos obtiveram muitos benefícios com os estudos pelo método, desde a aprovação tranquila em vestibulares concorridos até o aumento da concentração e do prazer em aprender. Quem não quer ver os filhos crescendo desta maneira? Sandra gostou tanto que se apaixonou pelo método, e logo virou dona da própria unidade. 

 

Enquanto faziam faculdade, todos os filhos atuaram como auxiliares na unidade de Sandra. Cristina, que nunca pensou em ser outra coisa, estudou Administração de Empresas e, assim que se formou, seguiu os passos da mãe e tornou-se orientadora do Kumon aos 20 anos de idade. Fernanda sentiu-se realizada com a conquista de Sandra e seguiu outro caminho que, da mesma forma, tinha a ver com fazer o melhor para as crianças: tornou-se médica pediatra.


Uma paixão que aumenta a cada dia


Fazer o bem está no sangue dos Kamei, e Cláudia foi trabalhar no gerenciamento de obras sociais de uma importante mineradora, construindo e reformando escolas, creches, hospitais, unidades de saúde e centros de vivência. Porém, após o acidente em Mariana, ela passou a buscar algo que a deixasse mais perto da família e onde pudesse continuar ajudando as pessoas. Foi assim que ela abriu a terceira unidade da família. 


Felipe, o mais novo, buscou a realização pessoal e profissional e a encontrou. Porém ele continuou muito ligado ao Kumon, já que sua esposa Nadyara, após sete anos trabalhando em bancos, resolveu procurar outras oportunidades e tornou-se também orientadora do método. Os netos de Sandra, como era de se esperar, são todos alunos adiantados do Kumon. Recentemente, dois deles ganharam ouro e prata no TOEFL Junior.


Sandra diz que o Kumon revelou novos horizontes para sua família. Mais que uma forma de educar e desenvolver os filhos, o método abriu as portas para que todos eles fossem bem-sucedidos e felizes com as escolhas que fizeram. E o mais importante: contribuiu para eles continuarem passando em frente a paixão que possuem pelo Kumon, ajudando cada vez mais crianças a explorar seu máximo potencial e se tornarem pessoas melhores. 


O kumon faz parte da rotina da família Kamei há quase 30 anos. São 4 franquias e alunos concluintes de todas as idades. 


Faça como a família Kamei e abra sua unidade. Clique aqui

Tags: kumon

Artigos relacionados

Receba conteúdos exclusivos do Kumon
Aceita receber informações do Kumon?
Política de privacidade