Desenvolvimento para os filhos, tranquilidade para as mães

14/09/2020
Kumon Brasil Kumon
Compartilhe:

Evane, mãe do João Pedro. Toda mãe deseja o melhor para seus filhos, não é mesmo? Em tempos de pandemia, ver as crianças enfrentando dificuldades com o aprendizado tem partido o coração de muitos pais. Nestas horas, é um alívio saber que há algo que pode efetivamente ajudá-los e fazer a diferença. É esta tranquilidade que o Kumon pode proporcionar não somente aos alunos, mas também a toda a família.

João Pedro, de pouco mais de 2 aninhos, tem Síndrome de Down, e apresentava muitas dificuldades para conseguir pronunciar as palavras. Sua mãe, Evane, que já conhecia o Kumon há bastante tempo, resolveu então buscar no método a força que necessitava para ajudar seu filho a se desenvolver. 

A metodologia com foco no autodidatismo e no estudo individualizado foram os principais motivos para Evane matricular o filho em uma unidade, além da consistência do Kumon, que se baseia no estudo diário. Ela conta que, ao fazer a matrícula, buscava um método de estudos adequado ao ritmo de aprendizado de João Pedro, que ao mesmo tempo que não subestimasse a capacidade dele, permitisse que ele dominasse os conteúdos antes de avançar para os próximos níveis.

“Sou muito feliz em ser mãe de um aluno do Kumon, e muito grata pela equipe maravilhosa que acolhe Pedro com tanto carinho e cuidado. Me sinto com o coração tranquilo em saber que estou fazendo o melhor por ele.” Evane Pedro Praxedes, mãe de aluno do Kumon.

 

Kumon: um grande aliado das mães durante a pandemia

 João Pedro fazendo atividade com o tabuleiro imantando do Kumon de Matemática. João Pedro começou o Kumon de Português antes da pandemia, porém foi com o atendimento remoto e o acompanhamento mais próximo que os pais puderam perceber o quanto ele realmente estava progredindo. 

Contentes com o resultado e com os avanços do filho, os pais decidiram matriculá-lo também no Kumon de Matemática. João se adaptou rapidamente e já está curtindo muito os estudos. Segundo Evane, ele gosta muito do material didático e se diverte fazendo as tarefas. 

A mãe diz que o Kumon ajudou muito no desenvolvimento de João Pedro. Quando começou no Kumon ele falava poucas palavras, não apontava para as figuras nos livros e, em poucos minutos, perdia a concentração quando os pais liam para ele. Porém, devido à prática diária, em pouco tempo sua evolução se tornou evidente: ele logo começou a apontar para as figuras nos livros, falar mais palavras e aumentou o tempo de concentração. E o melhor: tudo isso de uma forma bem lúdica e se divertindo muito! 

“O Kumon é um método excelente, que pode ser iniciado mesmo de forma remota e trazer muitos benefícios para as crianças em todos os momentos.”Evane Pedro Praxedes, mãe de aluno do Kumon.


ESTAMOS COM MATRÍCULAS ABERTAS

Tags: kumon, preescolar

Artigos relacionados

Receba conteúdos exclusivos do Kumon
Aceita receber informações do Kumon?
Política de privacidade