Descubra como o estudo no Lar enriquece o aprendizado

19/06/2020
Kumon Brasil Kumon
Compartilhe:

A pandemia do Covid-19 fez com que muitos setores da sociedade adiantassem tendências tecnológicas, vendo-se obrigados a recorrer a elas para se manter funcionando. Com a educação não foi diferente. Escolas, universidades e nós, do Kumon, precisamos encontrar alternativas para os alunos continuarem estudando e se desenvolvendo durante essa fase de distanciamento social. 

Lucca Baldez da Silva começou com 6 anos o Kumon de Matemática, não por ter dificuldades com a disciplina mas justamente por ter facilidade. Seu pai, Wanderson, conta que o objetivo era proporcionar ao filho a oportunidade de se desenvolver em seu próprio ritmo e alcançar o máximo potencial.


Matrículas abertas


A presença de Lucca nos encontros semanais estava se tornando cada vez mais difícil devido à rotina escolar do período integral e ao deslocamento até a unidade. Assim, mesmo antes do período de distanciamento social, Wanderson e Sheila, mãe de Lucca, já vinham pensando na possibilidade de estudar remotamente. A chegada da pandemia acelerou esse processo e Lucca acabou se adaptando rapidamente ao modelo, mesmo preferindo a interação social proporcionada pelo convívio na unidade.

“Com certeza sairemos melhores de tudo isso, pois encontramos formas de atender crianças que faltavam muito ou se afastavam. Os atendimentos remotos vieram para enriquecer ainda mais nosso trabalho, mas temos que pensar em como viabilizar esse atendimento junto à forma presencial.” Francine Shimizu, orientadora Kumon. 


Preparando a estrutura para os estudos.


Wanderson conta que ele e a esposa praticamente não pararam de trabalhar desde o início da pandemia. Como ele também é professor de Matemática, precisou estruturar diversos materiais e estratégias para o acompanhamento de seus alunos. 

Diante da demanda profissional de produzir diariamente conteúdos, como vídeos ao vivo, Wanderson organizou o próprio escritório de forma que a estrutura servisse não só para ele ensinar, mas também para Lucca aprender. Foi assim que surgiu um modelo de estudos composto por uma câmera frontal, com a imagem do aluno, e outra mostrando o que ele escreve. 



Lucca Baldez estudando em casa

Lucca Baldez estudando em casa mostrando a estrutura montada pelo pai, Wanderson.


Dessa forma, a orientadora pode continuar acompanhando os estudos de Lucca, remotamente, motivando-o e mantendo o ritmo de aprendizado.

 

Engajamento com o universo digital

 

Quem nunca viu esta cena? Os pais exigindo dos filhos mais dedicação nos estudos e menos horas de televisão e videogame. Wanderson e a esposa sempre se perguntaram se esse engajamento espontâneo das crianças com o entretenimento digital poderia ser usado a favor do desenvolvimento intelectual. 

Assim, eles decidiram seguir o velho ditado: se não pode vencê-los, junte-se a eles. Usando jogos digitais, os pais conseguiram manter Lucca constantemente interessado na disciplina, possibilitando ainda que ele aprendesse a lidar com o conceito de fracasso como um elemento de desenvolvimento. 

“Durante o estudo, quando não sabia responder a uma pergunta de matemática, Lucca tinha seu ânimo diminuído e sua vontade de permanecer estudando enfraquecia, assim como qualquer criança da idade dele. Entretanto, quando essa situação ocorria em um jogo, o fracasso não era encarado como um fator de desgaste do ego, e sim como uma etapa natural do desenvolvimento.” Wanderson Luiz da Silva, pai de Lucca.

Segundo os pais, foi esse senso de aprendizado baseado em erros que fez Lucca dedicar uma grande parte do seu tempo ao próprio desenvolvimento, consequentemente ajudando-o a alcançar vários dos bons resultados que ele vem coletando.

Esse cenário inesperado acabou mostrando que os benefícios do Estudo no lar são muitos e esse é um dos pilares do Método Kumon, ao lado do material didático autoinstrutivo e da orientação individualizada. Agora, diante desse cenário de distanciamento social, estudar no Kumon tem sido um diferencial para os alunos, que continuam a se desenvolver em casa, de maneira autônoma, com todo o apoio e suporte remoto necessários. 


Para matricular seu filho hoje mesmo clique aqui e descubra a unidade mais próxima de você.


Tags: matemática

Artigos relacionados

Receba conteúdos exclusivos do Kumon
Aceita receber informações do Kumon?
Política de privacidade