Confira como o Método Kumon tem contribuído para o Estudo no Lar

26/05/2020
Kumon Brasil Kumon
Compartilhe:

Além de ser um poderoso aliado dos estudos neste momento de distanciamento social, o Kumon no Lar também tem ajudado os pais a organizar suas rotinas de trabalho em casa, enquanto dividem o tempo com as tarefas domésticas e as atividades com os filhos.

Marina Lins, mãe de Vinícius, de 11 anos, e Luíza, de 9, diz que as crianças continuam fazendo as atividades de Português Matemática todos os dias, e duas vezes por semana conversam com a orientadora para tirar dúvidas por meio de videochamadas. Além disso, os alunos continuam evoluindo, aprendendo e lendo bastante a partir das sugestões de livros que o Kumon fornece. E o melhor: fazem tudo isso sozinhos! 

“Continuo trabalhando em casa normalmente, como servidora pública, e além disso preciso fazer todos os serviços domésticos, em respeito ao distanciamento da minha ajudante. Então o Kumon me ajuda a ter mais liberdade, porque dá muita autonomia às crianças.” Marina Lins, mãe de Vinícius e Luíza e aluna do Kumon.

 

Fazer as tarefas do Kumon é uma atividade para toda a família

 

Marina Lins ainda comenta que, para as crianças, a rotina de estudos tem sido bastante tranquila. Como algumas atividades, como esportes e teatro, estão suspensas, os filhos estão com mais tempo livre. Já para Marina, que também é aluna do Kumon de Inglês, tem sido mais desafiador. Ela precisou organizar o tempo dos estudos para otimizar a resolução dos exercícios e, assim, manter o ritmo estudando um pouquinho, todo dia, sem ficar preocupada se vai conseguir dar conta das outras tarefas.


Marina conta que quando decidiu se matricular na disciplina de Inglês, Vinícius e Luíza ficaram admirados e comemoraram. Esta situação permite que Marina consiga entender melhor a importância dos estudos e aprovar absolutamente o método utilizado. E o melhor: a mãe pode viver todo o prazer da aprendizagem de forma mais intensa junto com seus filhos.

“Várias vezes percebi o olhar deles de admiração, enquanto estou fazendo meus exercícios. Vendo o meu interesse pelo estudo, eles têm vontade de seguir o exemplo!”  Marina Lins, mãe de Vinícius e Luíza e aluna do Kumon.


O autodidatismo tem ajudado muito neste novo cenário.

 

Como forma de tornar as atividades mais organizadas, Juliana Assunção, orientadora da unidade Casa Forte, aconselha os pais a manterem os mesmos horários para realizar o Kumon. Um cronograma de atividades ajuda muito a estabelecer uma rotina neste momento.

É este mesmo raciocínio que a orientadora está empregando com a família Lins e com as demais famílias de sua unidade, procurando levar para a casa dos alunos o melhor da rotina de estudos empregada em sua franquia. Juliana acredita que o Kumon está sendo uma ferramenta importantíssima para as crianças durante esse período de distanciamento, não só por suas características próprias, mas também pela contribuição que o autodidatismo do método confere aos alunos na hora de acompanhar as aulas de suas escolas.

“No distanciamento, as escolas tradicionais precisaram se reinventar, mas ainda assim não há como o professor suprir todas as necessidades dos alunos. Eles estão sendo estimulados a aprender sozinhos e descobrir seus próprios caminhos, com orientação a distância e horários pré-determinados. A criança que faz Kumon tem uma grande vantagem neste cenário, pois já está acostumada com um método de ensino autodidata.” Juliana Assunção


Faça como a família Lins e venha para o Kumon. Matrículas abertas. Clique aqui e saiba mais.

Tags: crianças, pais, método, inglês, português, Matemáticas

Artigos relacionados

Receba conteúdos exclusivos do Kumon
Aceita receber informações do Kumon?
Política de privacidade