Como usar o japonês no mercado de trabalho

17/05/2019
Kumon Brasil Kumon
Compartilhe:

Você já pensou em aprender japonês? O idioma nipônico é falado por cerca de 130 milhões de pessoas ao redor do mundo e considerado cada vez mais relevante, tendo em vista a importância do Japão no cenário internacional.

Segundo uma pesquisa feita em 2016 pela Catho, empresa especializada em carreira e recrutamento, japonês é a 4ª língua mais solicitada no mercado de trabalho, atrás de inglês, espanhol e francês. Dominar esse idioma, portanto, é uma forma de se destacar no ambiente profissional, não só em solo brasileiro, mas também em território nipônico.

Atualmente, conforme dados do Ministério do Trabalho, Saúde e Bem-Estar do Japão, cerca de 107 mil brasileiros trabalham no país, que vem intensificando a contratação de profissionais qualificados estrangeiros. Assim, os setores que mais absorvem mão de obra brasileira são tecnologia da informação, investimentos, engenharia, ensino de idiomas e vendas.

Um bom começo para quem pretende seguir esse caminho é estudar no Japão. É o caso dos ex-alunos Pedro Passos Couteiro e Marina Wense. Pedro aprendeu japonês no Kumon dos 15 aos 22 anos e cursava Engenharia Química na UERJ quando foi aprovado no programa de bolsa de estudos oferecido pelo Ministério da Educação, Cultura, Esporte, Ciência e Tecnologia do Japão.

Ele trancou a faculdade no Brasil e partiu em busca de seu sonho. Hoje, aos 26 anos, Pedro mora na cidade de Shizuoka e trabalha em uma empresa japonesa. "Não teria conseguido a bolsa de estudos nem o meu emprego se não tivesse feito Kumon. O método é parte fundamental da minha carreira", afirma ele.

Marina tem uma história semelhante. Ela estudou Português, Matemática no Kumon e, quando decidiu fazer faculdade no Japão, começou o curso sobre a língua nipônica. Hoje, com 23 anos, ela está terminando a graduação na Universidade de Nagoya, pretende fazer mestrado e, no futuro, lecionar japonês na UnB (Universidade de Brasília).

O Kumon foi essencial na trajetória desses dois alunos, ajudando-os na conquista de seus sonhos. Nas palavras de Pedro, “mais do que o idioma, o Kumon me ensinou o valor do esforço diário e a importância de persistir em meus objetivos”.

Você tem interesse em conhecer nosso método? Acesse o site e encontre a unidade mais próxima! 




Tags: kumon, japonês

Artigos relacionados

Receba conteúdos exclusivos do Kumon
Aceita receber informações do Kumon?
Política de privacidade