Alfabetização pelo método Kumon

08/10/2018
Kumon Brasil Kumon
Compartilhe:

Ao criar o método Kumon, o professor Toru Kumon tinha o desejo de, por meio de um material didático autoinstrutivo, oferecer aos alunos a oportunidade de desenvolver suas habilidades acadêmicas e formar pessoas com autoconfiança, capazes de estabelecer metas e sonhos. Desse modo, o maior objetivo do Kumon é preparar nossos alunos para o futuro.

 

No curso de Português, o método Kumon tem como objetivo formar leitores; portanto, trata-se de um curso de leitura que, gradativamente, desenvolve as habilidades linguísticas, partindo da alfabetização até a leitura e interpretação de textos críticos.

 

O estímulo à leitura se dá antes mesmo do processo de alfabetização, principalmente porque a idade pré-escolar é a fase na qual as crianças são estimuladas pelas circunstâncias e assimilam coisas novas uma por uma. Portanto, é muito importante fornecer estímulos, como fazê-las ouvir canções e histórias regularmente.

 

Isso levará à ampliação do prazer e despertará o interesse pela leitura. Com tendência natural à curiosidade, as crianças se mostram disponíveis a ler e a escrever antes mesmo de serem ensinadas. No entanto, o fato de lidar com letras não significa que a criança esteja alfabetizada, pois é preciso compreender o significado das palavras. Ler e escrever implica decifrar o código escrito, daí a importância de aproximar a criança do mundo da leitura.

 

A alfabetização pelo método Kumon se dá por meio da associação da palavra com a ilustração e o som, ou seja, o aluno deverá relacionar o desenho, cujo significado ele conhece, à palavra que representa esse desenho e à pronúncia dessa palavra. Assim, aos poucos, a criança vai memorizando as palavras, seus formatos e seus respectivos significados. Da mesma maneira que a criança aprendeu que o objeto cadeira se chama cadeira, agora ela associará a esse conhecimento que a palavra escrita cadeira se refere àquele som e àquele objeto. É isso que chamamos de “associação palavra-imagem-som”.

 

Partindo do princípio de que essas associações são feitas pela criança naturalmente e a todo momento desde o seu nascimento, esse processo de alfabetização ocorre de maneira natural, sem agredir o desenvolvimento da criança nem acelerar seu amadurecimento. Não há, assim, um limite de idade para que isso aconteça, sendo necessário apenas o estímulo adequado ao ritmo de aprendizagem de cada um.

 

No método Kumon, esse estímulo leva em consideração o incentivo à leitura de livros desde o período de alfabetização. O contato com diferentes tipos de texto amplia o vocabulário e a criatividade dos alunos, tornando a aprendizagem uma atividade prazerosa.

Mariana Bruno Chaves

Responsável pelo setor de Desenvolvimento

de Material Didático do Kumon


Tags: pré-escolar, aprendizado, alfabetização

Artigos relacionados

Receba conteúdos exclusivos do Kumon
Aceita receber informações do Kumon?
Política de privacidade
Para garantir ainda mais transparência em como usamos seus dados pessoais aqui no Kumon, nós atualizamos nossa Política de Privacidade. Caso queira consultá-la, clique aqui. Utilizamos cookies para garantir a melhor experiência no nosso site. Ao continuar a navegar neste site, você concorda como o seu uso. Para saber mais sobre o uso de cookies, clique aqui.