A importância de estudar uma segunda língua desde cedo

26/09/2018
Kumon Brasil Kumon
Compartilhe:

O aluno Guilherme, de 11 anos, estuda o Kumon de Inglês há dois anos. Ele é um caso à parte, bastante diferente do comum. Isso porque, na maioria das vezes, são os pais que descobrem o Kumon. Porém, no caso do Guilherme, foi ele quem tomou a iniciativa e pediu que fizesse um teste em uma unidade perto de casa. A ideia, entretanto, não surgiu à toa. Ele sonha em estudar fora do país, e acredita que a experiência será um grande aprendizado para conhecer novas culturas e amigos.

Preparação para estudar nos EUA

Os pais do Guilherme contam que têm muitos sonhos para o futuro dele, os quais aos poucos estão sendo concretizados. Um deles é que o filho possa estudar o High School nos EUA. E entre todos os aspectos envolvidos no planejamento, um dos principais é dominar a língua inglesa.

Falar inglês, porém, parecia algo distante e demorado. Até que Guilherme começou a estudar no Kumon. Segundo o pai, Marcos, hoje esse objetivo está mais próximo do que nunca. Guilherme joga on-line com garotos do mundo inteiro, destaca-se na escola por sua nova postura e fala de forma contagiante sobre como será estudar fora. Isso motiva toda a família a sonhar ainda mais.

"Eu indico o Kumon por alguns aspectos. Em primeiro lugar, pela seriedade da marca. Em segundo, porque é o maior custo-benefício entre todas as escolas que se propõem a auxiliar no aprendizado de uma nova língua. O material é ímpar, incluso na mensalidade, com alto grau de exigência, atualizado em plataformas eletrônicas com um toque de simplicidade pouco visto. Em resumo, há foco e vida em cada detalhe. Eu imaginava colocar meu filho em uma escola e, depois de dois ou três anos, encaminhá-lo para um local onde pudesse desenvolver mais a prática. Hoje eu entendo que temos tudo isso no Kumon."

- Marcos, pai do Guilherme

 

Dicionário

A escolha do Guilherme está dando frutos. Ele conta que, quando começou no Kumon, não sabia quase nada. Hoje, sente orgulho por conseguir se comunicar, escrever um texto em inglês e até mesmo ajudar outros alunos com dificuldades na escola. Não foi por acaso que ele ganhou dos colegas o apelido de Dicionário!

Todo esse desenvolvimento é resultado de muito trabalho. Guilherme estuda todos os dias, pois sabe que o hábito é uma preparação para o futuro, uma entrevista de emprego e, principalmente, uma etapa essencial para que seu objetivo de estudar fora do país seja alcançado.

"O Kumon me ajudou muito a tirar notas mais altas na escola. Quando meus amigos estão com dúvidas, eu normalmente os ajudo. E na hora das provas eu sou um dos primeiros a terminar, porque já tenho certo domínio da língua."

- Guilherme

Uma inovação que facilitou muito os estudos do Guilherme foi o aplicativo do Kumon para smartphones. Segundo ele, basta acessar no celular, ouvir as lições pelo fone e fazê-las de forma fácil e tranquila, seja no sítio dos avós, nas férias, ou no local que preferir.

 

Mudança de atitude

O desenvolvimento do Guilherme na escola e no dia a dia não passou despercebido aos olhos do pai. Marcos passou a ver o filho mais disciplinado e focado, e notou quanto ele é autodidata. Para o pai, todos temos essa capacidade, porém ela não é explorada. Trabalhar esse lado é mais um diferencial do Kumon.

Guilherme e o pai, Marcos.

"Temos uma forma tradicional de educar os filhos, decidimos muitas coisas juntos e os envolvemos em vários assuntos. O método Kumon veio a acrescentar, e nosso filho tem se posicionado de forma mais clara e planejada. Temos certeza de que o Kumon está lhe dando base e confiança para se expor de forma sábia."

- Marcos, pai do Guilherme

Tags: inglês

Artigos relacionados

Receba conteúdos exclusivos do Kumon
Aceita receber informações do Kumon?
Política de privacidade
Para garantir ainda mais transparência em como usamos seus dados pessoais aqui no Kumon, nós atualizamos nossa Política de Privacidade. Caso queira consultá-la, clique aqui. Utilizamos cookies para garantir a melhor experiência no nosso site. Ao continuar a navegar neste site, você concorda como o seu uso. Para saber mais sobre o uso de cookies, clique aqui.