A importância da matemática na infância

20/02/2019
Kumon Brasil Kumon
Compartilhe:

A matemática está presente na vida das crianças antes mesmo de elas ingressarem na escola. No seu cotidiano, os pequenos se deparam constantemente com formas e números. Portanto, quanto mais cedo eles começarem a estudar esta disciplina, mais completa será a interação que terão com o ambiente à sua volta.

Ter contato com a matemática desde a infância estimula a visão analítica, o levantamento de hipóteses e a resolução de desafios, levando as crianças a aplicarem os conceitos da matéria na sua rotina e a se sentirem seguras para continuar aprendendo.

A disciplina também trabalha a organização, a concentração e a criatividade, habilidades que contribuem para um bom desempenho nas demais componentes do currículo escolar e ajudam os pequenos a se tornarem cidadãos mais críticos e conscientes.

O Kumon de Matemática

O Kumon utiliza um método próprio, que desenvolve nos alunos a autonomia e o autodidatismo. Por isso, no curso de matemática, eles são incentivados a resolverem os exercícios sozinhos, aprimorando o foco e o raciocínio lógico.

Os materiais para crianças de até 5 anos apresentam uma estrutura lúdica, introduzindo-as no universo dos números de forma suave e divertida. O nível de dificuldade aumenta gradualmente, para que os estudantes evoluam no próprio ritmo e solucionem as atividades utilizando os conhecimentos adquiridos nos estágios anteriores.

Os exercícios são focados em refinar as capacidades básicas de cálculo, para que as operações aritméticas sejam realizadas com rapidez e precisão, algo que será exigido na trajetória escolar, nos vestibulares e na vida profissional.

Sobre o Kumon

O Kumon surgiu em 1954, no Japão, quando o professor Toru Kumon elaborou exercícios para ajudar seu filho, Takeshi, a aprimorar as habilidades em matemática. O professor acreditava que o conhecimento só seria construído quando os alunos pudessem progredir por conta própria.

Por isso, os materiais foram feitos para que Takeshi avançasse sozinho pelo conteúdo. Ao ver a melhora do menino, Toru Kumon passou a orientar outras crianças da região e, em 1958, abriu a primeira unidade do Kumon. Pouco tempo depois, na década de 1970, a empresa começou sua expansão para fora do Japão, instalando-se em locais como Estados Unidos e Brasil, onde atua desde 1977.

Atualmente, o Kumon está presente em 51 países e conta com mais de 4 milhões de estudantes. Você tem interesse em conhecer esse método de aprendizado? Acesse nosso site e encontre a unidade mais próxima de você.



Artigos relacionados

Receba conteúdos exclusivos do Kumon
Aceita receber informações do Kumon?
Política de privacidade