Facebook Kumon
Blog Kumon

7 Vantagens em aprender idiomas antes de ser alfabetizado

Muito se fala acerca do aprendizado de um segundo idioma, e hoje mais do que nunca, aprender uma nova língua é essencial e indispensável para quem busca um bom posicionamento no mercado de trabalho.

Com isso em mente, será que existe de fato uma idade certa para alcançarmos plenamente esse aprendizado?  Qual a idade ideal para a imersão de uma criança ou adulto em um ambiente linguístico diferente do de costume?

Vamos apresentar neste artigo, alguns conceitos de aprendizado e vantagens em aprender uma segunda língua antes da alfabetização. Confira!

A relação entre aprendizado e infância

Na realidade, não existe idade certa para obtermos novos conhecimentos, porém, estudos recentes entre cientistas americanos e britânicos, conseguiram determinar que crianças entre 2 a 4 anos, possuem um ponto determinante de formação cerebral.

Esse período de formação cerebral, seria o ideal para que a criança fosse introduzida a uma nova língua, pois ela estaria mais receptiva às influências exteriores. É nessa fase do desenvolvimento de toda criança, que os neurônios se desenvolvem para o processamento de novas palavras.

Dessa forma, incentivar as crianças de até 4 anos pode ser o ponto crucial para o bom desempenho da criança em diferentes línguas.

7 Vantagens em aprender idiomas antes de ser alfabetizado

Veja 7 Vantagens em aprender idiomas antes de ser alfabetizado

1 – Retenção de informação

Um estudo feito com aproximadamente 100 crianças com desenvolvimento cerebral normal, todas entre 1 e 6 anos, foi constatado que a mielina – substância responsável por proteger o circuito neural, que se desenvolve desde o nascimento – tem sua distribuição fixada a partir dos 4 anos, indicando que o cérebro tenha uma maior plasticidade nos primeiros anos de vida.

Sendo assim, a criança terá uma maior eficiência de aprendizado se introduzida a novos idiomas, na primeira infância.

2 – Impacto na carreira profissional

A partir do momento em que a criança teve contato com uma língua diferente em sua primeira infância, as chances de seguir uma carreira profissional de sucesso aumentam.

O hábito de estudo na infância pode perdurar durante sua vida adulta, sendo um diferencial competitivo em relação ao mercado de trabalho.

3 – Desenvolvimento cerebral

Estudar um segundo idioma aumenta o poder cognitivo, permitindo executar tarefas e ações mais rápido, tomadas de decisões, interpretar significados e solucionar problemas.

Essas são apenas algumas das vantagens que as pessoas submetidas a uma nova língua apresentam no decorrer do seu crescimento.

4 – Impacto social

Quando uma criança é apresentada a um novo idioma, ela não somente está em contato com a língua, mas, também com toda bagagem cultural que esse novo idioma traz consigo.

Além disso, há maior dinâmica entre colegas de estudo, a exemplo da conversação prática, e também com professores. Isso colabora com o desenvolvimento e interação com o meio social.

5 – Percepção e atenção

As crianças com bagagem linguística, apresentam também, ser mais receptivas e observadoras quanto ao seu redor, possuindo melhor foco e discernimento quanto ao que é relevante ou não.

Essas são características importantes no crescimento e desenvolvimento de qualquer criança, pois essas mesmas características poderão ser determinantes para um futuro promissor no mercado de trabalho.

6 – Desempenho da memória

Estudiosos chegaram à seguinte conclusão: crianças introduzidas a um ambiente bilíngue no início de suas vidas, têm melhor desenvolvimento da memória, pois um cérebro exposto de forma precoce a um novo idioma se mantém flexível por mais tempo.

Conseguiram determinar também que, a incidência de Alzheimer em pessoas bilíngues se mostra tardia, se comparada às pessoas monolíngues, podendo apresentar um tempo de 5 anos de diferença no diagnóstico de ambas.

Ser bilíngue não previne a aparição do Alzheimer, mas pode retarda-lo oferecendo uma melhor qualidade de vida.

7 – Criatividade

O fator criatividade percebido em crianças que aprendem outra língua, está diretamente associado ao contato com diferentes costumes e culturas, pois, expande os campos de conhecimento, assim como sua visão do mundo.

Essa exposição permite que a criança se torne um adulto com melhores chances no mercado de trabalho, pois dispõe de facilidade na resolução de problemas, flexibilidade de ideias, analisar um problema de diferentes perspectivas e melhor tomada de decisão.

Seja aprendendo um novo idioma quando adulto, ou sendo apresentado ao mesmo no início da vida, o impacto em nosso cérebro é evidente e benéfico.

Além de nos tornar pessoas mais capacitadas e mentalmente saudáveis, esse conhecimento será de utilidade indispensável para o futuro. E você, o que acha de proporcionar mais oportunidades para seu filho no mercado de trabalho?

 

Tags:

Ontem, hoje e amanhã
Para nós, do Kumon o aprendizado
contínuo é algo que sempre foi
e que sempre será extremamente

Presidente do
Kumon Institute of
Education Co, Ltd

Orientadores e
colaboradores
aprendem
continuamente
com os alunos.

As palavras do fundador
que nós prezamos

O método Kumon e seus pontos fortes

Por meio do método Kumon
buscamos formar pessoas
mentalmente sãs capazes
que possam alcançar seus
objetivos na vida.

O método Kumon surgiu
a partir do amor de um
pai pelo filho.

O Kumon tem um
sonho, o sonho pela paz
mundial realizada por
meio da educação.

Cinco características do material didático

Clique aqui para
descobrir o segredo
por trás do método Kumon.

O papel dos orientadores do Kumon

Clique aqui para
conhecer o trabalho
do orientador do
método Kumon.

O Kumon busca o melhor para
cada criança individualmente,
independente de
tempo e local.

Inicialmente oferecido para crianças
no Japão, está disponível
atualmente para crianças ao redor
de todo o mundo.

O que representa o logotipo do Kumon

Cada aspecto do nosso logotipo expressa
os valores do Kumon

Mais informações e sugestões:

Fale Conosco