Os benefícios de ser um aluno concluinte do Kumon

26/10/2018
Kumon Brasil Kumon
Compartilhe:



O adolescente pernambucano Henrique Pereira, de 15 anos, é concluinte das disciplinas de Matemática, Português e Inglês. E como todo aluno que adora estudar, ele ficou muito feliz com essa conquista!

Mas há alguém que ficou ainda mais feliz: Julio Cesar, o pai de Henrique. Ele conheceu o método Kumon por meio de um amigo, que mostrou como essa estratégia de aprendizagem era interessante e produtiva. Segundo o pai, foi amor à primeira vista!

"Sem a menor sombra de dúvida, foi uma excelente decisão matricular o Henrique no Kumon. Se o Kumon disponibilizar novas disciplinas, certamente o matricularei novamente. É um método de aprendizado para a vida pessoal e acadêmica simplesmente fantástico!"

- Julio Cesar


Uma possibilidade real de desenvolver o potencial do aluno

Julio Cesar sempre valorizou a importância do aprendizado eficiente. Por isso, assim que ouviu falar no Kumon, pesquisou sobre o método e vislumbrou uma possibilidade real e fantástica de desenvolver o potencial do filho.

Julio Cesar também desejava que Henrique trabalhasse a concentração, o sentimento de responsabilidade com as tarefas e a autoconfiança. Não demorou até que ele matriculasse o filho no Kumon, quando o menino tinha 9 anos.

Julio Cesar conta que nos primeiros meses após a matrícula já era possível observar grandes diferenças em relação à organização e comprometimento do filho com as tarefas diárias. O desenvolvimento na escola passou por uma evolução surpreendente na parte de raciocínio lógico e matemático, oratória e capacidade de leitura. O conjunto dessas transformações aumentou ainda mais a autoestima do aluno.

"Com toda a certeza eu indicaria o método Kumon para outros pais, porque é um dos investimentos mais rentáveis em termo de autoestima, autoconfiança, disciplina, resiliência para superar desafios, espírito de amizade entre os pares, responsabilidade, autonomia e melhoria da capacidade intelectual."

- Julio Cesar


Aprendizado para a vida toda

À medida que Henrique foi crescendo, sua vontade de alcançar as metas aumentava e ele sonhava com a conclusão, principalmente do curso de Matemática.

O aluno tem dificuldade em listar todas as coisas que aprendeu no Kumon. Algumas das mais importantes foram a disciplina e a concentração. Segundo ele, essas eram suas maiores inabilidades quando começou, mas, com a ajuda dos orientadores, pôde melhorar nesses aspectos essenciais para a excelência dos resultados.

Ele conta que via vários dos seus colegas estudando às vésperas das provas, tentando pôr o máximo de informações possíveis na cabeça e esquecendo tudo depois de um curto período de tempo. Quando começou a aplicar a metodologia do Kumon, não só seu desempenho melhorou, como também passou a memorizar as informações por mais tempo, às vezes usando apenas os resumos para estudar na semana de testes.

"Houve uma época em que eu ainda não entendia o porquê de ter que repetir os passos para resolvê-los tantas vezes. Foi um dos estágios mais complicados, mas sem dúvida me ensinou uma grande lição: a gente só consegue entender bem Matemática depois de fazer vários exercícios e repetir os processos cuidadosamente para memorizá-los."

- Henrique



Tags: matemática, alunos, inglês, português

Artigos relacionados

Receba conteúdos exclusivos do Kumon
Aceita receber informações do Kumon?
Política de privacidade