Como aprender japonês de forma eficiente?

09/09/2020
Kumon Brasil Kumon
Compartilhe:

Estudar Japonês é uma atividade que atrai cada vez mais pessoas, desde crianças até aposentados apaixonados pela cultura e características de um país tão fascinante quanto o Japão, berço do método Kumon.

É o caso de Viviane, de 29 anos, e Roger, de 33. Em junho de 2019, o casal fez uma viagem para Tóquio que os deixou ainda mais fascinados pela cultura japonesa. Viviane conta que, ao voltarem para o Brasil, eles tinham certeza que não levaria muito tempo até visitarem o país novamente, e inclusive pensaram em se mudar para o Japão. Quanta paixão! Menos de 2 meses após o retorno, eles começaram a colocar seus planos e sonhos em prática fazendo Kumon de Japonês


MATRÍCULAS ABERTAS 


Ela diz que ambos já conheciam a qualidade do método Kumon, então bastou procurar uma unidade que ficasse próxima à casa deles. Desde então, o casal está amando as aulas! E o fato de poderem fazer isto juntos torna o estudo ainda mais especial e eficiente.

“Estudar juntos ajuda bastante. Estamos sempre falando sobre o que estamos estudando, tirando dúvidas um com o outro e dividindo anotações. E sempre tiramos um tempinho para assistir filmes japoneses juntos!” Viviane Ferraz, aluna do Kumon de Japonês. 

 

Vantagens do atendimento remoto

 

Desde que teve início o período de distanciamento social, o casal começou a contar com o atendimento remoto do Kumon e está gostando muito de estudar por meio de videochamadas. Como ambos já trabalham de forma remota há bastante tempo, foi fácil assimilar este tipo de dinâmica em suas rotinas.

Eles estão, inclusive, avançando mais rapidamente no conteúdo desta forma. Como Viviane e Roger gravam áudios de suas leituras e costumam escutá-los antes de enviá-los à orientadora, passaram a identificar com mais facilidade os pontos onde podem melhorar. Este exercício se refletiu na evolução da própria pronúncia em Japonês.

“Gostamos da praticidade que o novo modelo nos trouxe. Estamos fazendo o distanciamento social de forma bastante rigorosa, e se não fosse oferecido o atendimento remoto teríamos que interromper nosso progresso.” Roger Keesse, aluno do Kumon de Japonês.

Clique aqui e conheça os três tipos de alfabetos que você aprenderá no curso do Kumon de Japonês. 


Tags: japonês

Artigos relacionados

Receba conteúdos exclusivos do Kumon
Aceita receber informações do Kumon?
Política de privacidade