5 atitudes simples para ajudar a proteger o meio ambiente.

04/06/2021
Kumon Brasil Kumon
Compartilhe:

Em 5 de junho, é comemorado o Dia do Meio Ambiente. E preservá-lo é papel de todos os que vivem neste planeta. Para ajudá-lo, separamos algumas dicas de pequenas atitudes que podem ser realizadas dentro de nossas próprias casas, contribuindo para a preservação do meio ambiente. Vamos lá?

 

1. Evitar desperdício de água

A água é um recurso essencial para a vida em nosso planeta. Porém, trata-se de um recurso finito. Ou seja: se não tomarmos as medidas corretas e fizemos nossa parte para preservá-la, um dia ela pode acabar. A boa notícia é que você pode começar agora mesmo a economizar, mudando alguns pequenos hábitos:

  • Evite usar mangueira para lavar o carro ou a calçada. Você pode utilizar um balde e gastar muito menos;
  • Tome banhos mais curtos;
  • Faça a manutenção regular da válvula de descarga do banheiro;
  • Só ligue a torneira quando for usar a água. Vale tanto para o momento de lavar a louça quanto de escovar os dentes.

 

2. Separar o lixo para reciclagem


Separar o lixo para reciclagem tem um grande impacto positivo para preservar o meio ambiente. Além de diminuir a quantidade de resíduos lançados no planeta, esta atitude evita que materiais como plástico, vidro e metal levem anos para se decompor, poluindo os ambientes e reduzindo o habitat de animais e plantas. E você pode fazer ainda mais do que reciclar:

  • Utilize embalagens reaproveitáveis. Em vez de uma sacola plástica, por exemplo, você pode usar uma sacola de pano quando for ao mercado;
  • Reutilize embalagens em seu dia a dia. Seja criativo, com certeza você vai encontrar várias funções para o que antes iria para o lixo;
  • Reduza o uso de papel. Evite usar a impressora e, caso seja necessário, busque utilizar os dois lados da folha;
  • Prefira receber contas e comunicados de forma online;
  • Tenha sempre uma caneca e um copo ou garrafinha para usar no trabalho, evitando o uso de copos plásticos.

 

3. Aproveitar melhor a energia


Apesar de existirem fontes renováveis de energia, como a solar e eólica, a mais utilizada no Brasil ainda é aquela proveniente de usinas hidrelétricas. Por este motivo, o uso de energia elétrica está relacionado diretamente ao uso da água. Se há muita demanda, por exemplo, é necessário construir novas usinas, impactando grandes áreas verdes e populações. Mas olha só quanta coisa você pode fazer para reduzir o consumo:

  •  Aproveite ao máximo a iluminação natural. Abra as janelas e deixe o sol entrar;
  • Prefira lâmpadas de LED. Elas apresentam uma duração bem maior que as lâmpadas convencionais e gastam menos energia;
  • Abrir as janelas não é bom somente para a iluminação. Em dias de calor, esta atitude pode evitar o uso do ar-condicionado;
  • No trabalho, invista em paredes claras e ambientes sem divisórias;

 

4. Descartar o lixo corretamente


Pilhas, óleo de cozinha, medicamentos: tudo isso vai para o lixo orgânico ou reciclável? A resposta é: nenhum deles. Existem alguns resíduos que exigem um descarte específico, devido principalmente aos danos que podem causar à saúde e ao meio ambiente. Saiba como descartá-los corretamente:

  • Pilhas, lâmpadas e baterias devem ser separadas do lixo comum. Alguns locais, como supermercados, fazem o recolhimento destes materiais;;Óleo de cozinha também deve ser separado, já que pode entupir tubulações e contaminar lençóis freáticos caso seja jogado na pia. Guarde o óleo usado em garrafas pet e descarte em postos de coleta;
  • Também há postos de coleta para pneus velhos, que além da poluição podem funcionar como criadouros do mosquito da dengue;
  • Medicamentos vencidos devem ser descartados separadamente, normalmente as farmácias fazem este recolhimento.

 

5. Promover o consumo consciente

Preservar o meio ambiente passa por nossa relação com o consumo, e isso vai de roupas ao último celular lançado. Quando praticamos um consumo consciente, criamos uma relação melhor não só com o planeta, economizando recursos de produção, água, e gerando menos lixo, mas também com o dinheiro. Confira algumas dicas:

  • Opte por marcas que possuem algum programa ambiental, seja focado na produção ou no descarte dos materiais;
  • Escolha produtos com menos embalagens;
  • Prefira alimentos orgânicos, livres de agrotóxicos, e compre de pequenos produtores de sua região;
  • Antes de comprar uma roupa, um sapato ou qualquer outro tipo de produto, avalie se você realmente precisa fazer esta compra.

E uma última dica, muito importante: seja o exemplo do seu filho. Lembre-se que as crianças aprendem mais com suas atitudes que com suas palavras. Aproveite também para ler este post com ele, ajudando-o a compreender de onde vêm a água e a energia elétrica e por que é importante preservá-las. Além de proporcionar um momento em família, você também estará contribuindo para criar um mundo melhor para ele no futuro.

O professor Toru Kumon, fundador do método Kumon sempre acreditou na educação como uma forma de criar um mundo melhor. 


Quer saber mais? Visite o nosso site!

 


Tags: meio ambiente

Artigos relacionados

Receba conteúdos exclusivos do Kumon
Aceita receber informações do Kumon?
Política de privacidade
Para garantir ainda mais transparência em como usamos seus dados pessoais aqui no Kumon, nós atualizamos nossa Política de Privacidade. Caso queira consultá-la, clique aqui. Utilizamos cookies para garantir a melhor experiência no nosso site. Ao continuar a navegar neste site, você concorda como o seu uso. Para saber mais sobre o uso de cookies, clique aqui.